quarta-feira, 8 de abril de 2009

Pesquisando sobre SUBSTANTIVO

Olá!Turma,

Hoje a pesquisa será sobre: Substantivo.

- Conceito
- Classificação (formação e tipo)
- Flexão do substantivo (gênero,número e grau)
- Utilize exemplos para cada definição.

Professor Antonio Jarbas

17 comentários:

  1. Substantivo é toda a palavra que denomina um ser, é usada para nomear pessoas, coisas, animais, lugares, sentimentos e normalmente vem precedida de artigo.

    Classificação de um substantivo, comum designa um grupo de coisas em geral, sem especificar elementos, ou seja, um ser que pertence a uma classe com o mesmo conjunto de qualidades. Próprio, designa um elemento específico dentro de um grupo, individualizando-os, sendo grafados sempre com letra maiúscula. Exemplo Ana, Rex, Lisboa... Concreto, designa seres, que existem fisicamente ou não. Exemplo casa, cadeira, Deus, saci, fada... Abstrato, designa idéias, conceitos, ações, estados e qualidades, que em geral não tem uma imagem concebida. Exemplo: justiça, altura, trabalho, saudade, amor.

    Flexão do substântivo, os substantivos flexionam-se nos gêneros masculino e feminino e quanto às formas, podem ser: substântivos biformes, heterônios... Quanto a número, apresentam singular e plural, flor singulas e flores plural. Quanto ao grau, possuem três graus, o aumentativo, o diminutivo e o normal, exemplos: Sapatão, sapatinho e sapato.

    Rafael Araújo 2°E

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Substantivo é tudo o que nomeia as "coisas" em geral.

    Substantivo é tudo o que pode ser visto, pego ou sentido.

    Substantivo é tudo o que pode ser precedido de artigo .

    Classificação e Formação
    Substantivo Comum
    Substantivo comum é aquele que designa os seres de uma espécie de forma genérica. Por exemplo pedra, computador, cachorro, homem, caderno.

    Substantivo Próprio
    Substantivo próprio é aquele que designa um ser específico, determinado, individualizando-o. Por exemplo Maxi, Londrina, Dílson, Ester. O substantivo próprio sempre deve ser escrito com letra maiúscula.

    Substantivo Concreto
    Substantivo concreto é aquele que designa seres que existem por si só ou apresentam-se em nossa imaginação como se existissem por si. Por exemplo ar, som, Deus, computador, pedra, Ester.

    Substantivo Abstrato
    Substantivo abstrato é aquele que designa prática de ações verbais, existência de qualidades ou sentimentos humanos. Por exemplo saída (prática de sair), beleza (existência do belo), saudade.

    Formação dos substantivos
    Os substantivos, quanto à sua formação, podem ser:

    Substantivo Primitivo
    É primitivo o substantivo que não se origina de outra palavra existente na língua portuguesa. Por exemplo pedra, jornal, gato, homem.

    Substantivo Derivado
    É derivado o substantivo que provém de outra palavra da língua portuguesa. Por exemplo pedreiro, jornalista, gatarrão, homúnculo.

    Substantivo Simples
    É simples o substantivo formado por um único radical. Por exemplo pedra, pedreiro, jornal, jornalista.

    Substantivo Composto
    É composto o substantivo formado por dois ou mais radicais. Por exemplo pedra-sabão, homem-rã, passatempo.

    Substantivo Coletivo
    É coletivo o substantivo no singular que indica diversos elementos de uma mesma espécie.

    abelha - enxame, cortiço, colméia

    tatiane machado turma=2e

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OBRIGADO PELA AJUDA FUI MUITO BOA NA ESCOLA

      Excluir
  4. TAMARA SALLES 2ºE NOTURNO
    substantivo-É a palavra com que designamos ou nomeamos os seres em geral.

    classificação-os substantivos podem ser comuns(ex: a mesa é azul)
    próprio(ex:jarbas é professor de português)
    concreto(ex:a pedra é dura)
    abstrato(ex:ana tem uma beleza sem igual)
    coletivo(ex:uma manada de boi passou por aqui)
    primitivos(ex:meu dente doeu muito essa noite)
    derivado(ex:o dentista cuidou direitinho do meu dente)
    simples(ex:a chuva foi forte essa noite)
    composto(ex:a chuva foi tanta que meu guarda-chuva quebrou)

    gênero- na lingua portuguesa há dois generos,o masculino e o feminino.
    o feminino será aquele que admitir o ortigo(A) e o masculino será aquele que admitir o ortigo(O)

    OS gráus do substantivos são:aumentativo(analitico:é feito com o auxílio de palavras que dão idéia de ampliação de tamanho ex:buraco enorme)
    sintético(é feito como o auxílio de sufixos. ex:buracão)
    e o diminutivo(analitico:é formado com o auxílio de palavras que dão idéia de diminuição ex:a casa é pequena)
    sintetico(é feito com o auxílio de sufixos.ex:Menininho, riacho, folheto)

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. De acordo com a gramática portuguesa, um substantivo é determinado pelo seu gênero, número e grau.

    Para transformar uma palavra de outra classe gramatical em um substantivo, basta precedê-lo de um artigo, pronome ou numeral. Exemplo: "O não é uma palavra dura". Artigos sempre precedem palavras substantivadas, mas substantivos (que são substantivos em sua essência) não precisam necessariamente ser precedidos por artigos.


    [editar] Classificação

    [editar] Quanto à formação
    Quanto à existência de radical, o substantivo pode ser classificado em:

    Primitivo: palavras que não derivam de outras. Ex: flor, pedra, moto, jardim.
    Derivado: vem de outra palavra existente na língua. O substantivo que dá origem ao derivado (substantivo primitivo) é denominado radical. Ex: floreira, pedreira, motorista, jardineiro.
    Quanto ao número de radicais, pode ser classificado em:

    Simples: tem apenas um radical. Ex: água, couve, sol
    Composto: tem dois ou mais radicais. Ex: água-de-cheiro, couve-flor, girassol, lança-perfume.

    [editar] Quanto ao tipo
    Quando se referir a especificação dos seres, pode ser classificado em:

    Concreto: designa seres que existem ou que podem existir por si só. Ex: casa, cadeira.
    Também concretos os substantivos que nomeiam divindades (Deus, anjos, almas) e seres fantásticos (fada, duende), pois, existentes ou não são sempre considerados como seres com vida própria.

    Abstrato: designa idéias ou conceitos, cuja existência está vinculada a alguém ou a alguma outra coisa. Ex: justiça, amor, trabalho, etc.
    Comum: denomina um conjunto de seres de maneira geral, ou seja, um ser sem diferenciar dos outros do mesmo conjunto. Ex: lobo, pizza, mascara.
    Próprio: denota um elemento individual que tenha um nome próprio dentro de um conjunto, sendo grafado sempre com letra maiúscula. Ex: Pedro, Fernanda, Giovanna, Portugal, Brasília, Fusca.
    Coletivo: um substantivo coletivo designa um nome singular dado a um conjunto de seres. No entanto, vale ressaltar que não se trata necessariamente de quaisquer seres daquela espécie. Alguns exemplos:
    Uma biblioteca é um conjunto de livros, mas uma pilha de livros desordenada não é uma biblioteca. A biblioteca discrimina o gênero dos livros e os acomoda em prateleiras.
    Uma orquestra ou banda é um conjunto de instrumentistas, mas nem todo conjunto de músicos ou instrumentistas pode ser classificado como uma orquestra ou banda. Em uma orquestra ou banda, os instrumentistas estão executando a mesma peça musical ao mesmo tempo.
    Uma turma é um conjunto de estudantes, mas se juntarem num mesmo alojamento os estudantes de várias carreiras e várias universidades numa sala, não se tem uma turma. Na turma, os estudantes assistem simultaneamente à mesma aula.

    [editar] Flexão do substantivo

    [editar] Quanto ao gênero
    Os substantivos flexionam-se nos gêneros masculino e feminino e quanto às formas, podem ser:

    Substantivos biformes: apresentam duas formas originadas do mesmo radical. Exemplos: menino - menina, traidor - traidora, aluno - aluna.

    Substantivos heterônimos: apresentam radicais distintos e dispensam artigo ou flexão para indicar gênero, ou seja, apresentam duas formas uma para o feminino e outra para o masculino. Exemplos: arlequim - colombina, arcebispo - arquiepiscopisa, bispo - episcopisa, bode - cabra.

    Substantivos uniformes: apresentam a mesma forma para os dois gêneros, podendo ser classificados em:

    Epicenos: referem-se a animais ou plantas, e são invariáveis no artigo precedente, acrescentando as palavras macho e fêmea, para distinção do sexo do animal. Exemplos: a onça macho - a onça fêmea; o jacaré macho - o jacaré fêmea; a foca macho - a foca fêmea.
    Comuns de dois gêneros: o gênero é indicado pelo artigo precedente. Exemplos: o dentista, a dentista.
    Sobrecomuns: invariáveis no artigo precedente. Exemplos: a criança, o indivíduo (não existem formas como "crianço", "indivídua", nem "o criança", "a indivíduo").

    [editar] Quanto ao número
    Os substantivos apresentam singular e plural.

    Os substantivos simples, para formar o plural, substituem a terminação em n, vogal ou ditongo oral por s. Ex: elétron/ elétrons, povo/ povos, caixa/ caixas, cárie/ cáries; a terminação em ão, por ões, ães, ou ãos; as terminações em s, r, e z, por es; terminações em x são invariáveis; terminações em al, el, ol, ul, trocam o l por is, com as seguintes exceções: "mal" (males), "cônsul" (cônsules), "mol" (mols), "gol" (gols); terminação em il, é trocado o l por is (quando oxítono) ou o il por eis (quando paroxítono).

    Os substantivos compostos flexionam-se da seguinte forma quando ligados por hífen:

    se os elementos são ligados por preposição, só o primeiro varia (mulas-sem-cabeça);
    se os elementos são formados por palavras repetidas ou por onomatopéia, só o segundo elemento varia (tico-ticos, pingue-pongues);
    nos demais casos, somente os elementos originariamente substantivos, adjetivos e numerais variam (couves-flores, guardas-noturnos, amores-perfeitos, bem-amados, ex-alunos).

    [editar] Quanto ao grau
    Os substantivos possuem três graus, o aumentativo, o diminutivo e o normal que são formados por dois processos:

    Analítico: o substantivo é modificado por adjetivos que indicam sua proporção (rato grande, gato pequeno);
    Sintético: modifica o substantivo através de sufixos que podem representar além de aumento ou diminuição, o desprezo ou um sentido pejorativo (no aumentativo sintético: gentalha, beiçorra), o afeto ou sentido pejorativo (no diminutivo sintético: filhinho, livreco).
    Exemplos de diminutivos e aumentativos sintéticos:

    sapato/sapatinho/sapatão;
    casa/casebre/casarão;
    cão/cãozinho/canzarrão;
    homem/homenzinho/homenzarrão;
    gato/gatinho/gatarrão;
    bigode/bigodinho/bigodaço;
    vidro/vidrinho/vidraça;
    boca/boquinha/bocarra;
    muro/mureta/muralha;
    pedra/pedregulho/pedrona;
    rocha/rochinha/rochedo;
    Obtido em "http://pt.wikipedia.org/wiki/Substantivo"
    sandro Reis Dos Santos
    Turma E
    Turno Noturno

    ResponderExcluir
  7. SUBSTANTIVO SIMPLES


    Apresenta apenas um radical na sua formação.



    Exemplo:



    Vidro, pedra.



    COMPOSTO


    Apresenta dois ou mais radicais na sua formação.



    Exemplo:



    Pernilongo, couve-flor.



    FLEXÃO DO SUBSTANTIVO


    Por ser uma palavra variável o substantivo sofre flexões para indicar:



    Gênero: masculino ou feminino;

    Número: singular ou plural;

    Grau: aumentativo ou diminutivo.



    GÊNERO DO SUBSTANTIVO


    Na língua portuguesa há dois gêneros: masculino e feminino. Será masculino o substantivo que admitir o artigo o e feminino aquele que admitir o artigo a.



    Exemplo:



    O avião o calçado o leão

    A menina a camisa a cadeira



    SUBSTANTIVO BIFORME


    Na indicação de nomes de seres vivos o gênero da palavra está ligado, geralmente, ao sexo do ser, havendo, portanto, uma forma para o masculino e outra para o feminino.



    Exemplo:



    Garoto – substantivo masculino indicando pessoa do sexo masculino;

    Garota – substantivo feminino indicando pessoa do sexo feminino.



    FORMAÇÃO DO FEMININO


    O feminino pode ser formado das seguintes formas:



    - trocando a terminação o por a:



    exemplo:



    moço moça

    menino menina



    - trocando a terminação e por a:



    exemplo:



    gigante giganta

    mestre mestra



    - acrescentando a letra a:



    exemplo:



    português portuguesa

    cantor cantora



    - mudando-se ao final para ã, ao, ona:



    exemplo:



    catalão catalã

    valentão valentona

    leão leoa



    - com esa, essa, isa, ina, triz:



    exemplo:



    conde condessa

    príncipe princesa

    poeta poetisa

    czar czarina

    ator atriz



    por palavras diferentes:



    exemplo:



    cavaleiro amazona

    padre madre

    homem mulher



    SUBSTANTIVOS UNIFORMES


    Há substantivos que possuem uma só forma para indicar tanto o masculino quanto o feminino. Podemos classificá-los em:



    EPICENOS

    SOBRECOMUNS

    COMUNS DE DOIS GÊNEROS



    Colômbia, bola, medo, trovão, paixão, etc. Essas palavras estão dando nome a lugar, objeto, sensação física, fenômenos da natureza, emoções, enfim as coisas em geral. Esses nomes são chamados SUBSTANTIVOS.



    Assim, podemos dizer que substantivo é a palavra que dá nome aos seres. Eles podem ser classificados da seguinte forma:



    Concreto;

    Abstrato;

    Comuns;

    Próprios.



    CLASSIFICAÇÃO DO SUBSTANTIVO


    CONCRETO


    É aquele que indica a existência de seres reais ou imaginários.



    Exemplos:



    Reais imaginários

    Brasil bruxa

    Recife curupira



    ABSTRATO


    É aquele que indica sentimentos, qualidades, ações, estados e sensações.



    Exemplo:



    Sentimento: amor, ódio, paixão;

    Qualidade: honestidade, fidelidade, perfeccionismo;

    Ações: trabalho, doação;

    Estado: vida, solidão, morte;

    Sensação: calor, frio.



    COMUNS


    É aquele que indica elementos de uma mesma espécie.



    Exemplo:



    Criança, cidade, livro.



    PRÓPRIO


    É aquele que indica um ser em particular.



    Exemplo:



    Roberto, Pernambuco, Capibaribe, Brasil.



    Os nomes próprios são utilizados principalmente em:



    Rios: Capibaribe, Amazonas;

    Cidades: Recife, Porto Alegre;

    Estados: Pernambuco, Rio Grande do Sul;

    Países: Brasil, Austrália;

    Pessoas: Rubem, Antônio;

    Empresas: Intel, Oracle.



    Observação: o substantivo coletivo é um substantivo comum que, mesmo no singular indica um agrupamento, multiplicidade de seres de uma mesma espécie.



    Constelação » estrelas;

    Cáfila » camelos.



    Vejamos alguns substantivos coletivos:



    Alcatéia » lobos;

    Arquipélago » ilhas;

    Banca » examinadores, advogados;

    Boiada » bois;

    Cacho » bananas, uvas;

    Década » período de dez anos;

    Discoteca » discos;

    Enxame » abelha, insetos;

    Esquadrilha » aviões;

    Fauna » animais de uma região;

    Frota » carros, ônibus;

    Lustro » período de cinco anos;

    Manada » bois, porcos;

    Pinacoteca » quadros;

    Quadrilha » ladrões;

    Rebanho » gado, ovelhas;

    Resma » quinhentas folhas de papel;

    Século » período de cem anos;

    Triênio » período de três anos;

    Vocabulário » palavras.



    FORMAÇÃO DO SUBSTANTIVO


    Quanto à formação o substantivo pode ser:



    Primitivo;

    Derivado;

    Simples;

    Composto.



    PRIMITIVO


    Dá origem a outras palavras.



    Exemplo:



    Pedra, ferro, vidro.



    DERIVADO


    É originado através de outra palavra.



    Exemplo:


    FORMAÇÃO DO SUBSTANTIVO


    Quanto à formação o substantivo pode ser:



    Primitivo;

    Derivado;

    Simples;

    Composto.



    PRIMITIVO


    Dá origem a outras palavras.



    Exemplo:



    Pedra, ferro, vidro.



    DERIVADO


    É originado através de outra palavra.



    Exemplo:



    Pedreira, ferreiro, vidraçaria.



    SIMPLES


    Apresenta apenas um radical na sua formação.



    Exemplo:



    Vidro, pedra.



    COMPOSTO


    Apresenta dois ou mais radicais na sua formação.



    Exemplo:



    Pernilongo, couve-flor.



    FLEXÃO DO SUBSTANTIVO


    Por ser uma palavra variável o substantivo sofre flexões para indicar:



    Gênero: masculino ou feminino;

    Número: singular ou plural;

    Grau: aumentativo ou diminutivo.



    GÊNERO DO SUBSTANTIVO


    Na língua portuguesa há dois gêneros: masculino e feminino. Será masculino o substantivo que admitir o artigo o e feminino aquele que admitir o artigo a.

    SUBSTANTIVO


    Colômbia, bola, medo, trovão, paixão, etc. Essas palavras estão dando nome a lugar, objeto, sensação física, fenômenos da natureza, emoções, enfim as coisas em geral. Esses nomes são chamados SUBSTANTIVOS.



    Assim, podemos dizer que substantivo é a palavra que dá nome aos seres. Eles podem ser classificados da seguinte forma:



    Concreto;

    Abstrato;

    Comuns;

    Próprios.



    CLASSIFICAÇÃO DO SUBSTANTIVO


    CONCRETO


    É aquele que indica a existência de seres reais ou imaginários.



    Exemplos:



    Reais imaginários

    Brasil bruxa

    Recife curupira



    ABSTRATO


    É aquele que indica sentimentos, qualidades, ações, estados e sensações.



    Exemplo:



    Sentimento: amor, ódio, paixão;

    Qualidade: honestidade, fidelidade, perfeccionismo;

    Ações: trabalho, doação;

    Estado: vida, solidão, morte;

    Sensação: calor, frio.



    COMUNS


    É aquele que indica elementos de uma mesma espécie.



    Exemplo:



    Criança, cidade, livro.



    PRÓPRIO


    É aquele que indica um ser em particular.



    Exemplo:



    Roberto, Pernambuco, Capibaribe, Brasil.



    Os nomes próprios são utilizados principalmente em:



    Rios: Capibaribe, Amazonas;

    Cidades: Recife, Porto Alegre;

    Estados: Pernambuco, Rio Grande do Sul;

    Países: Brasil, Austrália;

    Pessoas: Rubem, Antônio;

    Empresas: Intel, Oracle.



    Observação: o substantivo coletivo é um substantivo comum que, mesmo no singular indica um agrupamento, multiplicidade de seres de uma mesma espécie.



    Constelação » estrelas;

    Cáfila » camelos.



    Vejamos alguns substantivos coletivos:



    Alcatéia » lobos;

    Arquipélago » ilhas;

    Banca » examinadores, advogados;

    Boiada » bois;

    Cacho » bananas, uvas;

    Década » período de dez anos;

    Discoteca » discos;

    Enxame » abelha, insetos;

    Esquadrilha » aviões;

    Fauna » animais de uma região;

    Frota » carros, ônibus;

    Lustro » período de cinco anos;

    Manada » bois, porcos;

    Pinacoteca » quadros;

    Quadrilha » ladrões;

    Rebanho » gado, ovelhas;

    Resma » quinhentas folhas de papel;

    Século » período de cem anos;

    Triênio » período de três anos;

    Vocabulário » palavras.



    FORMAÇÃO DO SUBSTANTIVO


    Quanto à formação o substantivo pode ser:



    Primitivo;

    Derivado;

    Simples;

    Composto.



    PRIMITIVO


    Dá origem a outras palavras.



    Exemplo:



    Pedra, ferro, vidro.



    DERIVADO


    É originado através de outra palavra.



    Exemplo:



    Exemplo:



    O avião o calçado o leão

    A menina a camisa a cadeira


    SUBSTANTIVO


    Colômbia, bola, medo, trovão, paixão, etc. Essas palavras estão dando nome a lugar, objeto, sensação física, fenômenos da natureza, emoções, enfim as coisas em geral. Esses nomes são chamados SUBSTANTIVOS.



    Assim, podemos dizer que substantivo é a palavra que dá nome aos seres. Eles podem ser classificados da seguinte forma:



    Concreto;

    Abstrato;

    Comuns;

    Próprios.



    CLASSIFICAÇÃO DO SUBSTANTIVO


    CONCRETO


    É aquele que indica a existência de seres reais ou imaginários.



    Exemplos:



    Reais imaginários

    Brasil bruxa

    Recife curupira



    ABSTRATO


    É aquele que indica sentimentos, qualidades, ações, estados e sensações.



    Exemplo:



    Sentimento: amor, ódio, paixão;

    Qualidade: honestidade, fidelidade, perfeccionismo;

    Ações: trabalho, doação;

    Estado: vida, solidão, morte;

    Sensação: calor, frio.



    COMUNS


    É aquele que indica elementos de uma mesma espécie.



    Exemplo:



    Criança, cidade, livro.



    PRÓPRIO


    É aquele que indica um ser em particular.



    Exemplo:



    Roberto, Pernambuco, Capibaribe, Brasil.



    Os nomes próprios são utilizados principalmente em:



    Rios: Capibaribe, Amazonas;

    Cidades: Recife, Porto Alegre;

    Estados: Pernambuco, Rio Grande do Sul;

    Países: Brasil, Austrália;

    Pessoas: Rubem, Antônio;

    Empresas: Intel, Oracle.



    Observação: o substantivo coletivo é um substantivo comum que, mesmo no singular indica um agrupamento, multiplicidade de seres de uma mesma espécie.



    Constelação » estrelas;

    Cáfila » camelos.



    Vejamos alguns substantivos coletivos:



    Alcatéia » lobos;

    Arquipélago » ilhas;

    Banca » examinadores, advogados;

    Boiada » bois;

    Cacho » bananas, uvas;

    Década » período de dez anos;

    Discoteca » discos;

    Enxame » abelha, insetos;

    Esquadrilha » aviões;

    Fauna » animais de uma região;

    Frota » carros, ônibus;

    Lustro » período de cinco anos;

    Manada » bois, porcos;

    Pinacoteca » quadros;

    Quadrilha » ladrões;

    Rebanho » gado, ovelhas;

    Resma » quinhentas folhas de papel;

    Século » período de cem anos;

    Triênio » período de três anos;

    Vocabulário » palavras.



    FORMAÇÃO DO SUBSTANTIVO


    Quanto à formação o substantivo pode ser:



    Primitivo;

    Derivado;

    Simples;

    Composto.



    PRIMITIVO


    Dá origem a outras palavras.



    Exemplo:



    Pedra, ferro, vidro.



    DERIVADO


    É originado através de outra palavra.



    Exemplo:


    SUBSTANTIVO BIFORME


    Na indicação de nomes de seres vivos o gênero da palavra está ligado, geralmente, ao sexo do ser, havendo, portanto, uma forma para o masculino e outra para o feminino.



    Exemplo:



    Garoto – substantivo masculino indicando pessoa do sexo masculino;

    Garota – substantivo feminino indicando pessoa do sexo feminino.



    FORMAÇÃO DO FEMININO


    O feminino pode ser formado das seguintes formas:



    - trocando a terminação o por a:



    exemplo:



    moço moça

    menino menina



    - trocando a terminação e por a:



    exemplo:



    gigante giganta

    mestre mestra



    - acrescentando a letra a:



    exemplo:



    português portuguesa

    cantor cantora



    - mudando-se ao final para ã, ao, ona:



    exemplo:



    catalão catalã

    valentão valentona

    leão leoa



    - com esa, essa, isa, ina, triz:



    exemplo:



    conde condessa

    príncipe princesa

    poeta poetisa

    czar czarina

    ator atriz



    por palavras diferentes:



    exemplo:



    cavaleiro amazona

    padre madre

    homem mulher



    SUBSTANTIVOS UNIFORMES


    Há substantivos que possuem uma só forma para indicar tanto o masculino quanto o feminino. Podemos classificá-los em:



    EPICENOS

    SOBRECOMUNS

    COMUNS DE DOIS GÊNEROS



    EPICENOS


    São substantivos que designam alguns animais e têm um só gênero. Para indicar o sexo são utilizadas as palavras macho ou fêmea.



    Exemplo:



    Cobra macho cobra fêmea

    Peixe macho peixe fêmea

    Jacaré macho jacaré fêmea



    SOBRECOMUNS


    São substantivos que designam pessoas e tem um só gênero tanto para o masculino como para o feminino.



    Exemplo:



    A criança – masculino ou feminino

    O indivíduo – masculino ou feminino

    A vítima – masculino ou feminino



    COMUNS DE DOIS GÊNEROS


    São substantivos que apresentam uma só forma para o masculino e para o feminino. A distinção se dá através do artigo, adjetivo ou pronome.



    Exemplo:



    O motorista a motorista

    Meu colega minha colega

    Bom estudante boa estudante



    CONCLUSÃO


    Nessa primeira parte vimos à definição de substantivo – palavra que dá nome aos seres – sua classificação, formação e flexão.



    Os substantivos são classificados como: concreto – indica a existência de seres reais ou imaginários -, abstratos – indica sentimentos, qualidades, ações, estados e sensações -, comuns – indica elementos de mesma espécie – e próprios – indicam um ser em particular e são utilizados para nomear rios, cidades, estados, países, pessoas e empresas -. Quanto a sua formação o substantivo pode ser primitivo – dá origem a outras palavras – e derivado – é originado através de outras palavras.

    Quanto a sua flexão ele indica o gênero – masculino ou feminino -, número – singular ou plural – e grau – aumentativo ou diminutivo.



    Primeiramente vimos, apenas, a flexão do substantivo quanto ao gênero, onde o substantivo será masculino se admitir o artigo o e será feminino se admitir o artigo a.



    Os substantivos biformes ligam o gênero da palavra ao sexo do ser, havendo, portanto, uma forma para o masculino e outra para o feminino. Já os substantivos uniformes possuem uma só forma tanto para o masculino como para o feminino, podendo ser classificados em epicenos – indicam o sexo através da utilização das palavras macho ou fêmea –, sobrecomuns – têm uma só forma tanto para o masculino como para o feminino – e o comum de dois gêneros – a distinção do substantivo se dá através do artigo, adjetivo ou pronome. Também apresentam uma só forma para o masculino e para o feminino.



    LISTA DE TODOS OS TUTORIAIS DISPONÍVEIS

    ResponderExcluir
  8. Os substantivos que designam todo e qualquer indivíduo de uma espécie de seres são chamados de comuns, tais como homem, montanha, menino, galo, palmeira, professor, planeta, rio e animal.


    Já aqueles que designam um indivíduo particular de uma determinada espécie são chamados próprios, como Roma, Coimbra, Simão, Ana, Marte, José, Angola, Tiradentes, Deus e Brasil.
    Coletivos são os substantivos comuns que, no singular, designam um conjunto de seres ou coisas da mesma espécie. Os coletivos podem ser de 3 tipos:


    Específicos: os que se aplicam a uma só espécie de seres (matilha - de cães de caça; boiada - de bois; arquipélago - de ilhas);
    Indeterminados: os que se aplicam a diversas espécies de seres (bando - de aves, crianças, pivetes; manada - de bois, búfalos, elefantes);
    Numéricos: os que exprimem um número exato de seres (semana, dúzia, século, par, dezena, centena, biênio).
    Os substantivos que designam todo e qualquer indivíduo de uma espécie de seres são chamados de comuns, tais como homem, montanha, menino, galo, palmeira, professor, planeta, rio e animal.


    Já aqueles que designam um indivíduo particular de uma determinada espécie são chamados próprios, como Roma, Coimbra, Simão, Ana, Marte, José, Angola, Tiradentes, Deus e Brasil.
    Chamam-se concretos os substantivos que designam os seres propriamente ditos, isto é, de existência independente, reais ou imaginários, como avô, mulher, pedra, armário, homem, sereia, vento, cidade, Deus, alma e fada
    São abstratos os substantivos que dão nome a estados, qualidades, sentimentos ou ações dos seres, dos quais se podem abstrair (ou separar) e sem os quais não podem existir. Veja os exemplos:

    Qualidades: beleza, coragem, brancura, rapidez.

    Os substantivos que não provêm de nenhuma outra palavra da língua são chamados primitivos.


    Como substantivos primitivos temos as palavras: pedra, ferro, dente, trovão, árvore, carta, flor, folha e etc.


    Já os substantivos formados a partir de outras palavras da língua pelo processo de derivação são chamados substantivos derivados, como: pedreira, ferreiro, dentista, trovoada, florista, cartada, folhagem e carteiro.
    Os substantivos simples apresentam um único radical em sua estrutura, como por exemplo as palavras chuva, pão, lobo, livro, flor, desenvolvimento e guarda.


    Já os substantivos compostos apresentam pelo menos dois radicais em sua estrutura. Como exemplos temos guarda-chuva, passatempo, pão-de-ló, couve-flor, pernilongo e floricultura.
    Os substantivos podem receber várias classificações:

    - Quanto à sua formação, os substantivos são classificados em simples e compostos, primitivos e derivados.

    - Quanto ao seu significado e abrangência, em concretos e abstratos, comuns e próprios.

    naiana 2E

    ResponderExcluir
  9. SUBSTANTIVO:Vanessa Cerqueira 2º anoE


    Substantivo é tudo o que nomeia as "coisas" em geral.
    Substantivo é tudo o que pode ser visto, pego ou sentido.
    Substantivo é tudo o que pode ser precedido de artigo .
    Classificação e Formação
    SUBSTANTIVO COMUM:é aquele que designa os seres de uma espécie de forma genérica. Por exemplo pedra, computador, cachorro, homem, caderno.
    SUBSTANTIVO PROPRIO é aquele que designa um ser específico, determinado, individualizando-o. Por exemplo Maxi, Londrina, Dílson, Ester. O substantivo próprio sempre deve ser escrito com letra maiúscula.
    SUBSTANTIVO CONCRETO é aquele que designa seres que existem por si só ou apresentam-se em nossa imaginação como se existissem por si. Por exemplo ar, som, Deus, computador, Ester.
    SUBSTANTIVO ABSTRATO é aquele que designa prática de ações verbais, existência de qualidades ou sentimentos humanos. Por exemplo saída (prática de sair), beleza (existência do belo), saudade.
    Os substantivos, quanto à sua formação, podem ser:PRIMITIVOS(se origina de outra palavra da Lingua Portuguesa);SUBSTANTIVO DERIVADO(provém de outra palavra);SIMPLES(formado por um único radical);COMPOSTO(formado por dois ou mais radicais);COLETIVO(substantivo no singular que indica diversos elementos de uma mesma espécie.

    FLEXÃO DO SUBSTANTIVO:
    ♦quanto ao gênero(gêneros masculino e feminino:Substantivos biformes: apresentam duas formas originadas do mesmo radical.
    Substantivos heterônimos:apresentam duas formas uma para o feminino e outra para o masculino.
    Substantivos uniformes:apresentam a mesma forma para os dois gêneros,podendo ser ele: epicenos,comum de dois gêneros,sobrecomuns
    ♦Quanto ao número:Os substantivos apresentam singular e plural.
    ♦Quanto ao grau:Os substantivos possuem três graus, o aumentativo, o diminutivo e o normal que são formados por dois processos:ANALÍTICO(o substantivo é modificado por adjetivos que indicam sua proporção:rato grande, gato pequeno);SINTÉTICO(modifica o substantivo através de sufixos que podem representar além de aumento ou diminuição, o desprezo ou um sentido pejorativo:no aumentativo sintético= gentalha, beiçorra, o afeto ou sentido pejorativo:no diminutivo sintético= filhinho, livreco).

    ResponderExcluir
  10. Substantivo


    conceito: Dá-se o nome de substantivo a todas as palavras que nomeiam seres, lugares, objetos, sentimentos e outros. Em relação à formação das palavras, podem ser simples, compostos, primitivos e
    CLASSIFICAÇÃO DO SUBSTANTIVO
    CONCRETO: é aquele que indica a existência de seres reais ou imaginários.
    Exemplos: Reais imaginários, Brasil bruxa Recife curupira
    ABSTRATO :É aquele que indica sentimentos, qualidades, ações, estados e sensações.
    Exemplo: Sentimento: amor, ódio, paixão; (ESTADO PSICOLOGICO)
    COMUNS :É aquele que indica elementos de uma mesma espécie.
    Exemplo: Criança, cidade, livro.
    PRÓPRIO: É aquele que indica um ser em particular.
    Exemplo: Roberto, Pernambuco, Capibaribe, Brasil, etc...
    FORMAÇÃO DO SUBSTANTIVO
    Quanto à formação o substantivo pode ser: Primitivo; Derivado; Simples; Composto.
    PRIMITIVO:Dá origem a outras palavras. Exemplo: Pedra, ferro, vidro.
    DERIVADO :É originado através de outra palavra. Exemplo: Pedreira, ferreiro, vidraçaria.
    SIMPLES :Apresenta apenas um radical na sua formação. Exemplo: Vidro, pedra.
    COMPOSTO :Apresenta dois ou mais radicais na sua formação. Exemplo: Pernilongo, couve-flor.
    FLEXÃO DO SUBSTANTIVO:Por ser uma palavra variável o substantivo sofre flexões para indicar: Gênero: masculino ou feminino; Número: singular ou plural; Grau: aumentativo ou diminutivo.
    GÊNERO DO SUBSTANTIVO:Na língua portuguesa há dois gêneros: masculino e feminino. Será masculino o substantivo que admitir o artigo o e feminino aquele que admitir o artigo a. Exemplo: O avião o calçado o leão A menina a camisa a cadeira
    SUBSTANTIVO BIFORME:Na indicação de nomes de seres vivos o gênero da palavra está ligado, geralmente, ao sexo do ser, havendo, portanto, uma forma para o masculino e outra para o feminino. Exemplo: Garoto – substantivo masculino indicando pessoa do sexo masculino;Garota – substantivo feminino indicando pessoa do sexo feminino.
    FORMAÇÃO DO FEMININO:O feminino pode ser formado das seguintes formas:- trocando a terminação o por a: exemplo: moço moça, menino menina,

    exemplo: catalão catalã ,valentão valentona, leão leoa, - com esa, essa, isa, ina, triz:
    exemplo:conde,condessa,príncipe,princesa,poeta,poetisa. SUBSTANTIVOSUNIFORMES:Há substantivos que possuem uma só forma para indicar tanto o masculino quanto o feminino. Podemos classificá-los em: EPICENOS,SOBRECOMUNS,COMUNS DE DOIS GÊNEROS
    EPICENOS :São substantivos que designam alguns animais e têm um só gênero. Para indicar o sexo são utilizadas as palavras macho ou fêmea. Exemplo: Cobra macho cobra fêmea,Peixe macho peixe fêmea,Jacaré macho jacaré fêmea
    SOBRECOMUNS :São substantivos que designam pessoas e tem um só gênero tanto para o masculino como para o feminino. Exemplo: A criança – masculino ou feminino ,O indivíduo – masculino ou feminino ,A vítima – masculino ou feminino
    COMUNS DE DOIS GÊNEROS :São substantivos que apresentam uma só forma para o masculino e para o feminino. A distinção se dá através do artigo, adjetivo ou pronome. Exemplo: O motorista a motorista ,Meu colega minha colega ,Bom estudante boa estudante
    Pedro Veríssimo de Souza da Silva
    2°E

    ResponderExcluir
  11. Substantivo


    conceito: Dá-se o nome de substantivo a todas as palavras que nomeiam seres, lugares, objetos, sentimentos e outros. Em relação à formação das palavras, podem ser simples, compostos, primitivos e
    CLASSIFICAÇÃO DO SUBSTANTIVO
    CONCRETO: é aquele que indica a existência de seres reais ou imaginários.
    Exemplos: Reais imaginários, Brasil bruxa Recife curupira
    ABSTRATO :É aquele que indica sentimentos, qualidades, ações, estados e sensações.
    Exemplo: Sentimento: amor, ódio, paixão; (ESTADO PSICOLOGICO)
    COMUNS :É aquele que indica elementos de uma mesma espécie.
    Exemplo: Criança, cidade, livro.
    PRÓPRIO: É aquele que indica um ser em particular.
    Exemplo: Roberto, Pernambuco, Capibaribe, Brasil, etc...
    FORMAÇÃO DO SUBSTANTIVO
    Quanto à formação o substantivo pode ser: Primitivo; Derivado; Simples; Composto.
    PRIMITIVO:Dá origem a outras palavras. Exemplo: Pedra, ferro, vidro.
    DERIVADO :É originado através de outra palavra. Exemplo: Pedreira, ferreiro, vidraçaria.
    SIMPLES :Apresenta apenas um radical na sua formação. Exemplo: Vidro, pedra.
    COMPOSTO :Apresenta dois ou mais radicais na sua formação. Exemplo: Pernilongo, couve-flor.
    FLEXÃO DO SUBSTANTIVO:Por ser uma palavra variável o substantivo sofre flexões para indicar: Gênero: masculino ou feminino; Número: singular ou plural; Grau: aumentativo ou diminutivo.
    GÊNERO DO SUBSTANTIVO:Na língua portuguesa há dois gêneros: masculino e feminino. Será masculino o substantivo que admitir o artigo o e feminino aquele que admitir o artigo a. Exemplo: O avião o calçado o leão A menina a camisa a cadeira
    SUBSTANTIVO BIFORME:Na indicação de nomes de seres vivos o gênero da palavra está ligado, geralmente, ao sexo do ser, havendo, portanto, uma forma para o masculino e outra para o feminino. Exemplo: Garoto – substantivo masculino indicando pessoa do sexo masculino;Garota – substantivo feminino indicando pessoa do sexo feminino.
    FORMAÇÃO DO FEMININO:O feminino pode ser formado das seguintes formas:- trocando a terminação o por a: exemplo: moço moça, menino menina,

    exemplo: catalão catalã ,valentão valentona, leão leoa, - com esa, essa, isa, ina, triz:
    exemplo:conde,condessa,príncipe,princesa,poeta,poetisa. SUBSTANTIVOSUNIFORMES:Há substantivos que possuem uma só forma para indicar tanto o masculino quanto o feminino. Podemos classificá-los em: EPICENOS,SOBRECOMUNS,COMUNS DE DOIS GÊNEROS
    EPICENOS :São substantivos que designam alguns animais e têm um só gênero. Para indicar o sexo são utilizadas as palavras macho ou fêmea. Exemplo: Cobra macho cobra fêmea,Peixe macho peixe fêmea,Jacaré macho jacaré fêmea
    SOBRECOMUNS :São substantivos que designam pessoas e tem um só gênero tanto para o masculino como para o feminino. Exemplo: A criança – masculino ou feminino ,O indivíduo – masculino ou feminino ,A vítima – masculino ou feminino
    COMUNS DE DOIS GÊNEROS :São substantivos que apresentam uma só forma para o masculino e para o feminino. A distinção se dá através do artigo, adjetivo ou pronome. Exemplo: O motorista a motorista ,Meu colega minha colega ,Bom estudante boa estudante
    Rafael dos Reis Silva
    2°E

    ResponderExcluir
  12. substantivo é a palavra que dá nome aos seres. Eles podem ser classificados da seguinte forma:



    Concreto;

    Abstrato;

    Comuns;

    Próprios.


    CLASSIFICAÇÃO DO SUBSTANTIVO


    CONCRETO



    É aquele que indica a existência de seres reais ou imaginários.



    Exemplos:



    Reais imaginários

    Brasil bruxa

    Recife curupira


    ABSTRATO



    É aquele que indica sentimentos, qualidades, ações, estados e sensações.



    Exemplo:



    Sentimento: amor, ódio, paixão;

    Qualidade: honestidade, fidelidade, perfeccionismo;

    Ações: trabalho, doação;

    Estado: vida, solidão, morte;

    Sensação: calor, frio.


    COMUNS



    É aquele que indica elementos de uma mesma espécie.



    Exemplo:



    Criança, cidade, livro.


    PRÓPRIO



    É aquele que indica um ser em particular.



    Exemplo:



    Roberto, Pernambuco, Capibaribe, Brasil.



    Os nomes próprios são utilizados principalmente em:



    Rios: Capibaribe, Amazonas;

    Cidades: Recife, Porto Alegre;

    Estados: Pernambuco, Rio Grande do Sul;

    Países: Brasil, Austrália;

    Pessoas: Rubem, Antônio;

    Empresas: Intel, Oracle.



    Observação: o substantivo coletivo é um substantivo comum que, mesmo no singular indica um agrupamento, multiplicidade de seres de uma mesma espécie.



    Constelação » estrelas;

    Cáfila » camelos.



    Vejamos alguns substantivos coletivos:



    Alcatéia » lobos;

    Arquipélago » ilhas;

    Banca » examinadores, advogados;

    Boiada » bois;

    Cacho » bananas, uvas;

    Década » período de dez anos;

    Discoteca » discos;

    Enxame » abelha, insetos;

    Esquadrilha » aviões;

    Fauna » animais de uma região;

    Frota » carros, ônibus;

    Lustro » período de cinco anos;

    Manada » bois, porcos;

    Pinacoteca » quadros;

    Quadrilha » ladrões;

    Rebanho » gado, ovelhas;

    Resma » quinhentas folhas de papel;

    Século » período de cem anos;

    Triênio » período de três anos;

    Vocabulário » palavras.


    FORMAÇÃO DO SUBSTANTIVO



    Quanto à formação o substantivo pode ser:



    Primitivo;

    Derivado;

    Simples;

    Composto.


    PRIMITIVO



    Dá origem a outras palavras.



    Exemplo:



    Pedra, ferro, vidro.


    DERIVADO



    É originado através de outra palavra.



    Exemplo:



    Pedreira, ferreiro, vidraçaria.


    SIMPLES



    Apresenta apenas um radical na sua formação.



    Exemplo:



    Vidro, pedra.


    COMPOSTO



    Apresenta dois ou mais radicais na sua formação.



    Exemplo:



    Pernilongo, couve-flor.


    FLEXÃO DO SUBSTANTIVO



    Por ser uma palavra variável o substantivo sofre flexões para indicar:



    Gênero: masculino ou feminino;

    Número: singular ou plural;

    Grau: aumentativo ou diminutivo.


    GÊNERO DO SUBSTANTIVO



    Na língua portuguesa há dois gêneros: masculino e feminino. Será masculino o substantivo que admitir o artigo o e feminino aquele que admitir o artigo a.



    Exemplo:



    O avião o calçado o leão

    A menina a camisa a cadeira


    SUBSTANTIVO BIFORME



    Na indicação de nomes de seres vivos o gênero da palavra está ligado, geralmente, ao sexo do ser, havendo, portanto, uma forma para o masculino e outra para o feminino.



    Exemplo:



    Garoto – substantivo masculino indicando pessoa do sexo masculino;

    Garota – substantivo feminino indicando pessoa do sexo feminino.


    FORMAÇÃO DO FEMININO



    O feminino pode ser formado das seguintes formas:



    - trocando a terminação o por a:



    exemplo:



    moço moça

    menino menina



    - trocando a terminação e por a:



    exemplo:



    gigante giganta

    mestre mestra



    - acrescentando a letra a:



    exemplo:



    português portuguesa

    cantor cantora



    - mudando-se ao final para ã, ao, ona:



    exemplo:



    catalão catalã

    valentão valentona

    leão leoa



    - com esa, essa, isa, ina, triz:



    exemplo:



    conde condessa

    príncipe princesa

    poeta poetisa

    czar czarina

    ator atriz



    por palavras diferentes:



    exemplo:



    cavaleiro amazona

    padre madre

    homem mulher


    SUBSTANTIVOS UNIFORMES



    Há substantivos que possuem uma só forma para indicar tanto o masculino quanto o feminino. Podemos classificá-los em:



    EPICENOS

    SOBRECOMUNS

    COMUNS DE DOIS GÊNEROS


    EPICENOS



    São substantivos que designam alguns animais e têm um só gênero. Para indicar o sexo são utilizadas as palavras macho ou fêmea.



    Exemplo:



    Cobra macho cobra fêmea

    Peixe macho peixe fêmea

    Jacaré macho jacaré fêmea


    SOBRECOMUNS



    Tamires 2E

    ResponderExcluir
  13. THAIS FIGUEIROA N° 32 2°E NOTURNO

    - CONCEITO DE SUBSTANTIVO?
    Substantivo é a palavra com que designamos ou nomeamos os seres em geral.
    -CLASIFICAÇÃO (FORMAÇÃO E TIPO)
    CONCRETO
    É aquele que indica a existência de seres reais ou imaginários.
    Exemplo: Reais imaginários
    ABSTRATO
    É aquele que indica sentimentos, qualidades, ações, estados e sensações.
    Exemplo: Sentimento: amor, ódio, paixão;
    Qualidade: honestidade, fidelidade, perfeccionismo;
    Ações: trabalho, doação;
    Estado: vida, solidão, morte;
    Sensação: calor, frio.
    COMUNS
    É aquele que indica elementos de uma mesma espécie.
    Exemplo: Criança, cidade, livro.
    PRÓPRIO
    É aquele que indica um ser em particular.
    Exemplo: Roberto, Pernambuco, Capibaribe, Brasil.
    Os nomes próprios são utilizados principalmente em:
    Rios: Capibaribe, Amazonas;
    Cidades: Recife, Porto Alegre;
    FLEXÃO DO SUBSTANTIVO
    QUANTO AO GENERO:
    Os substantivos flexionam-se nos gêneros masculino e feminino e quanto às formas, podem ser:
    Substantivos biformes: apresentam duas formas originadas do mesmo radical. Exemplos: menino – menina
    Substantivos heterônimos: apresentam radicais distintos e dispensam artigo ou flexão para indicar gênero, ou seja, apresentam duas formas uma para o feminino e outra para o masculino. Exemplos: arlequim - colombina, arcebispo
    Substantivos uniformes: apresentam a mesma forma para os dois gêneros, podendo ser classificados em:
    Epicenos: referem-se a animais ou plantas, e são invariáveis no artigo precedente, acrescentando as palavras macho e fêmea, para distinção do sexo do animal. Exemplos: a onça macho - a onça fêmea; o jacaré macho - o jacaré fêmea;
    Comuns de dois gêneros: o gênero é indicado pelo artigo precedente. Exemplos: o dentista, a dentista.
    Sobrecomuns: invariáveis no artigo precedente. Exemplos: a criança, o indivíduo (não existem formas como "crianço", "indivídua", nem "o criança", "a indivíduo").
    QUANTO AO NUMERO
    Os substantivos apresentam singular e plural
    Os subistantivo singular:
    para formar o plural, substituem a terminação em n, vogal ou ditongo oral por s. Ex: elétron/ elétrons, povo/ povos, a terminação em ão, por ões, ães, ou ãos; as terminações em s, r, e z, por es; terminações em x são invariáveis; terminações em al, el, ol, ul, trocam o l por is, com as seguintes exceções: "mal" (males), "cônsul" (cônsules), "mol" (mols), "gol" (gols); terminação em il, é trocado o l por is (quando oxítono) ou o il por eis (quando paroxítono)

    Flexionam-se da seguinte forma quando ligados por hifen:
    se os elementos são ligados por preposição, só o primeiro varia (mulas-sem-cabeça);
    se os elementos são formados por palavras repetidas ou por onomatopéia, só o segundo elemento varia (tico-ticos, pingue-pongues
    QUANTO AO GRAU
    Os substantivos possuem três graus, o aumentativo, o diminutivo e o normal que são formados por dois processos: Analítico: o substantivo é modificado por adjetivos que indicam sua proporção (rato grande, gato pequeno);
    Sintético: modifica o substantivo através de sufixos que podem representar além de aumento ou diminuição, o desprezo ou um sentido pejorativo (no aumentativo sintético: gentalha, beiçorra), o afeto ou sentido pejorativo (no diminutivo sintético: filhinho, livreco).
    Exemplos de diminutivos e aumentativos sintéticos:
    sapato/sapatinho/sapatão; casa/casebre/casarão;cão/cãozinho/canzarrão;

    ResponderExcluir
  14. → SUBSTANTIVO ←

    • São todas as palavras que nomeiam seres, lugares, objetos, sentimentos e outros.simples, compostos, primitivos e derivados.

    Classificação
    • Simples → são aqueles formados por um só radical, ou seja, uma só palavra.
    Ex. sol, moleque, rua, prédio.

    • Compostos → são aqueles que apresentam mais de um radical.
    Ex. pé-de-moleque, dia-a-dia, girassol, guarda-chuva, passatempo.

    • Primitivos → são aqueles que não resultam de outra palavra da língua.
    Ex. pedra, flor, gato.

    • Derivados → são aqueles que se originam de um substantivo primitivo.
    Ex. Pereira, floricultura, gatarrão.

    •Substantivos concretos e abstratos

    Substantivos concretos: são aqueles que nomeiam seres reais ou fictícios.
    Ex. deuses, duendes, fadas, cadeira, caderno.

    Substantivos abstratos: são aqueles que derivam de verbos ou adjetivos.
    Ex. viagem, qualidades, ações, sensações.

    •Substantivos próprios e comuns

    Substantivos próprios: são concretos e designam particularmente os seres, como nomes, países, cidades.
    Ex. João, Brasil, Goiânia. Devem obrigatoriamente ser iniciados com a letra maiúscula.

    Substantivos comuns: Designam seres de uma mesma espécie.
    Ex. rio, criança.

    * Os substantivos coletivos se encaixam nos substantivos comuns, pois designam um grupo de seres da mesma espécie.
    Ex. videoteca, arquipélago.


    • Gênero: os substantivos podem ser classificados em: masculinos e femininos. Temos por regra que todo substantivo masculino é caracterizado pela desinência “o” e o feminino pela desinência “a”. No entanto, nem todos os substantivos masculinos terminam em “o” (líder, telefonema, amor). Então, podemos definir o substantivo como do gênero masculino se vier anteposto pelo artigo “o”: o gato, o homem, o amor, o líder, o telefonema.
    Ex. O Estudante
    A Estudante

    •Numeral: substantivos podem ser flexionados em: singular ou plural. O indicativo de um substantivo no plural é a terminação “s”:
    Exemplo: O colega >>> Os colegas
    A menina >>> As meninas

    •Grau: os substantivos podem variar entre aumentativo e diminutivo.
    Os graus aumentativo e diminutivo podem ser formados através de dois processos:
    a) sintético – acréscimo de sufixos ao grau normal.
    Exemplo: amor: amorzinho; amorzão.
    b) analítico – o substantivo será modificado por adjetivos que transmitem idéia de aumento ou diminuição:
    Exemplo: urso: urso grande; urso pequeno.

    ResponderExcluir
  15. OLA E MUITO FACIL DE FAZER

    ResponderExcluir